Notícias

Autonomia de Suape será devolvida no próximo dia 19

Depois de sobrevoar o Complexo Industrial Portuário de Suape na manhã desta quinta-feira (11/5), ao lado do vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, garantiu que o Governo Federal está empenhado em assinar a portaria que devolverá a autonomia do Porto de Suape. Segundo ele, a proposta é que o presidente venha ao Estado para o ato de devolução no próximo dia 19. O ministro também esteve com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas, onde discutiu novas parcerias entre o Governo do Estado e o Governo Federal para projetos na área de infraestrutura.

Após a visita, em encontro com a imprensa, Raul Henry disse que a autonomia do Porto de Suape vem sendo tratada como prioridade desde que a pasta foi assumida por ele, no início deste ano. “Suape é consequência da continuidade administrativa de vários governos interessados em investir em sua infraestrutura. Nunca teve cor partidária, é um patrimônio dos pernambucanos e que foi usurpado de Pernambuco pela Lei dos Portos de 2013. Era um exemplo de boa gestão pública e não havia nenhum motivo para que sua gestão fosse retirada do Governo do Estado”, apontou.

O ministro Moreira Franco destacou a importância econômica do Porto de Suape para todo o Brasil. “O presidente Michel Temer está empenhado no atendimento desta reivindicação. A minha vinda ao Estado foi uma sugestão dele para que não restasse nenhuma dúvida da vontade em atender a esse pleito. É necessário criar as condições para que o processo de fortalecimento de Suape aconteça. O Governo de Pernambuco, ao longo de várias gestões, demonstrou capacidade de fazer a gestão do porto”, afirmou. Moreira Franco adiantou que Governo Federal pretende apoiar financeiramente o Estado na construção do Arco Metropolitano, alça viária que visa desafogar os trechos urbanos da BR-101 até Suape.

Com a publicação da portaria da autonomia, o Porto de Suape irá readquirir a competência para a condução dos estudos, a elaboração de editais, a realização dos procedimentos licitatórios e a celebração dos contratos relativos aos arrendamentos portuários. O complexo também passará a ser responsável pela aprovação das expansões e adensamento de áreas, além de prorrogações antecipadas de contratos em vigência.

Voltar para a página de Notícias