28° C

Notícias

Notícias

Workshop sobre competitividade discute emprego e renda

O vice-presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Frederico Amâncio, participou ontem, 14, de evento promovido pela revista Negócios PE, em comemoração aos seus três anos de circulação. O workshop sobre competitividade e oportunidades nos negócios em Pernambuco aconteceu na Casa da Indústria, FIEPE, e contou com a presença de palestrantes de diversos segmentos da sociedade. Os jornalistas de economia, Fernando Castilho, do Jornal do Commercio; e Sarah Eleutério, da Folha de Pernambuco, também compuseram a mesa de debates. 

Entre os palestrantes, estava o presidente do Porto Digital, Francisco Sabóia; o presidente, em Pernambuco, da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, José Otávio Meira Lins; além de Amâncio. Em sua fala, o vice-presidente explanou sobre os polos consolidados no Complexo e como eles são grandes geradores de oportunidades de emprego, renda e, principalmente, negócios para Pernambuco.  Segundo o gestor, tudo é planejado com o olhar no futuro. “Todo o pensamento e planejamento é para 20 anos à frente”, confirmou.

A capacitação dos trabalhadores foi um dos assuntos mais debatidos do workshop, e Suape não ficou de fora. De acordo com Frederico, as parcerias com o SENAI e a criação da nova Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo são pontos fortes para o Complexo de Suape. “Nosso grande desafio é colocar o pernambucano dentro dos empreendimentos”, afirmou o vice-presidente.  “Os projetos estruturadores, como a Refinaria, a Petroquímica e a fábrica da Fiat, gerarão mais de 12 mil empregos. Além dessas empresas, outras virão como prestadoras de serviços, e assim serão gerados mais postos de trabalho. Isso provocará uma explosão econômica também fora de Suape”.

A questão da preservação ambiental também foi abordada na palestra. Segundo Amâncio, Suape possui 45% de sua área em preservação permanente. “O crescimento não pode acontecer a todo custo. A preservação ambiental e social está vinculada às ações desenvolvidas no Complexo”, assegurou. O vice-presidente finalizou citando os investimentos do governo do estado em obras de mobilidade, como a duplicação da PE-60 e a construção de uma via expressa que desviará o fluxo de veículos pesados da rodovia. ”Teremos que garantir infraestrutura e capacitação para dar sustentabilidade aos empreendimentos”.